Brasil
Publicada em 06/05/20 às 18:05h
Corrupção, superfaturamento e intervenção, leva Sesc MG a fechar portas em Grussai

Grussai Fm


 (Foto: Grussai Fm)
Desde 2018 a Fecomércio que administra o Sesc  Grussai se envolveu em uma série de escândalos que a  Rádio Grussai FM vinha denunciando a tempo.  


Naquele ano de acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), haviam indícios de desvios de recursos do sistema Fecomércio no valor aproximado de R$ 70 milhões em benefício de gestores.

Depois de cerca de três anos de investigação, o MPMG denunciou esquema que direcionava contratos de compra de bens, serviços e obras, além do superfaturamento deles, com vantagens ilícitas para então diretores da instituição. 

O judiciário de Belo Horizonte chegou a realizar uma intervenção na Fecomércio que sofria pela má administração do senhor Luiz Gonzaga e seu grupo político que tentava a todo tempo se perpetuar no poder. 


Na época por ordem do juiz Guilherme Sadi , foi nomeada interventora judicial para fazer levantamento administrativo e financeiro, além de conduzir o processo de sucessão na presidência da federação, marcado para 16 de maio daquele ano. O processo eleitoral da Fecomércio-MG foi muito tumultuado . 
O ex Presidente Luiz Gonzaga que chegou a ser afastado do cargo juntamente com outros diretores e posteriormente conseguiu eleger o seu sucessor que na justiça depois de muito trabalho conseguiu finalmente tomar posse. Naquela altura já era tarde qualquer esforço de quem quem quer fosse,mal administrado e atolado em dividas é normal que nem mesmo o Sesc MG conseguiria  resistir  a um grupo político que mais se preocupava em Se servir do que propriamente servir a entidade ,que acumulou queda nas receitas e  unidade vazia,aliás esvaziar a mesma e se envolver em uma série de denúncias que envolviam superfaturamento e corrupção que beneficiavam segundo o judiciário a todo grupo político ligado ao Sr. Luiz Gonzaga ,foi sem dúvidas  fatalmente o maior adversário do Sesc que aos 40 anos acabou não resistindo.

No portão do Sesc na manhã desta quarta 06 de maio os trabalhadores que deixavam a unidade de Grussai , era desolação total, um ex funcionário que pediu para não ser identificado contou que foi alegado um déficit mensal de mais de 3 milhões e que ele não sabia o que seria da sua vida a partir daquele momento. 

A RÁDIO GRUSSAI FM tentou contato com a assessoria de imprensa do Sesc,porém não obteve retorno até o fechamento da matéria.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:





No Ar


Nenhuma programação cadastrada
para esse horário




(22)999640391

Peça sua Música

  • Camila
    Cidade: São João da Barra
    Música: Pare e Pense
  • Liane Gomes
    Cidade: Gargaú-São Francisco de Itabapoana
    Música: Fabiana Anastacio- Adorarei
  • Mallu Braga
    Cidade: Juiz de Fora - MG
    Música: Singular - Ana Vitória
  • Lorena Santtos
    Cidade: Grussaí.
    Música: Gustavo Mioto - Impressionando os anjos!
  • Lorena Santtos
    Cidade: Grussaí.
    Música: Gustavo Mioto - Impressionando os anjos!
  • Camila
    Cidade: Rio de Janeiro
    Música: Detran - Diego e Marcel
Publicidade Lateral
Chat dos Ouvintes

Digite seu NOME:


Estatísticas
Visitas: 303341 Usuários Online: 24


Parceiros

Copyright (c) 2020 - Grussai Fm - Todos os direitos reservados